Em Paulo Afonso, 500 estudantes participam de oficina do Detran sobre mobilidade e cidadania

Aproximadamente 500 alunos do Centro Educacional Municipal e do Colégio João Bosco, em Paulo Afonso, no norte do estado, participaram, na última terça-feira (10), da oficina do projeto “Trânsito Cidadão” sobre mobilidade urbana e cidadania. A iniciativa integra as ações da Caravana do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran) no município.

A palestra do instrutor Antônio Henrique dos Santos destacou a falta de atenção dos condutores como uma das principais causas de acidentes nas vias. Na plateia, o aluno Bernardo Lima, 14 anos, relatou como foi vítima de um atropelamento por descuido de quem dirigia. “Eu estava atravessando a rua, quando a motorista veio mexendo no celular e não percebeu que o sinal estava fechado. Ela acabou me atropelando na faixa de pedestre”.

O interesse dos jovens por motocicletas também foi um dos temas abordados na oficina, com dados assustadores. “Em cada dez acidentes de trânsito, sete acontecem com motociclistas. Apesar de significar apenas 27% da frota de veículos, 74% das indenizações pagas pelo seguro DPVAT são causadas por acidentes com motos”, explicou o instrutor Santos.

Apaixonado por veículos de duas rodas, o estudante Leandro Rodrigues, de 15 anos, sinalizou mudar de ideia por causa dos riscos. ” Acho que, agora, vou preferir um carro. Não imaginava que tantos acidentes eram envolvendo motos. É um número muito alto, melhor não arriscar”.

A vice-diretora do Colégio João Bosco, Rosane Maria Tavares, ressaltou a importância do projeto “Trânsito Cidadão” dentro de escolas públicas. “O sonho da maioria dos jovens é completar 18 anos e ter um veículo. Como o trânsito representa também risco de acidentes, é imprescindível começar esse trabalho de conscientização o mais cedo possível. Estamos muito agradecidos ao Detran por oportunizar esse projeto aos nossos alunos”.

Fonte: Ascom/Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran)

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *