Governo promove fórum para ampliar presença feminina no esporte

A participação das mulheres no esporte é tema de fórum realizado nesta segunda-feira (2), em Salvador. Promovido pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), em parceria com a Superintendência dos Desportos (Sudesb) e a Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM-BA), o evento trata das estratégias e ações que podem ser adotadas pelo Governo do Estado para promover e assegurar a participação das mulheres na prática esportiva.
O fórum reúne atletas, gestoras da área esportiva, representantes de federações e de escolas do setor no Wish Hotel (antigo Hotel da Bahia). Entre os convidados, a judoca e medalhista olímpica Rafaela Silva revelou que acabou escolhendo o judô após ser excluída do futebol, visto como esporte de meninos.
“No judô hoje, a equipe feminina vem conseguindo mais destaque que a masculina. Mas isso é fruto de muito trabalho, pois os maiores investimentos eram direcionados para os homens e existia uma diferença, sim. Se o investimento nas mulheres tivesse sido realizado antes, teríamos conquistado esse reconhecimento de forma mais rápida”, afirmou.
Para a secretária de Políticas para as Mulheres, Julieta Palmeira, a inclusão no esporte também representa uma quebra do preconceito e da cultura machista. “Consideramos que a participação da mulher no esporte é uma questão fundamental para empoderar as mulheres. Vamos buscar ações para promover o protagonismo feminino na prática esportiva. A inclusão não é apenas para o esporte de alto rendimento, mas também para as atividades do cotidiano nos bairros e territórios em que as pessoas vivem. Isso é qualidade de vida e inclusão da mulher nas diversas atividades da sociedade”.
Como resultado do Fórum de Mulheres no Esporte, um termo de cooperação técnica será assinado entre a Setre e a SPM para viabilizar políticas públicas de inserção das mulheres no universo esportivo, como explica a secretária da Setre, Olivia Santana. “A ideia é ter uma atuação mais próxima. Nós temos em nossos programas o compromisso de estabelecer políticas públicas com recorte de gênero. É muito importante o diálogo com a SPM para que durante a formulação da política de esporte, de geração de renda e emprego, levemos em conta as necessidades que as mulheres têm. Será uma iniciativa muito frutífera para o conjunto de ações do Governo da Bahia”.
Repórter: Jairo Gonçalves
Fonte: SECOM GOVBA

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *