Biometria: Filas quilométricas no TRE nos últimos dias de cadastramento

Nem todos os caminhos levaram os baianos à Colina Sagrada. Enquanto milhares de pessoas seguiam o cortejo da Lavagem do Bonfim, outra multidão foi ao Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) para realizar o recadastramento da biometria. O prazo termina dia 31 de janeiro, mas somente 57% do total de eleitores de Salvador quitaram suas pendências eleitorais.

Como muita gente deixou para última hora, a entidade iniciou, no último sábado (6), uma operação especial para atender a grande demanda, inclusive aos finais de semana, sempre das 8h as 18h. Com sede localizada na 1ª Avenida do Centro Administrativo da Bahia (CAB), n° 150, o órgão está atendendo diariamente cerca de cinco mil pessoas.

As filas são tão gigantescas comerciantes aproveitaram para alugar bancos para as pessoas que esperam na fila. No entorno do CAB, por onde passa o alinhamento de eleitores, são vendidos lanches, águas, cervejas e até consórcio de veículos. Nesses últimos dias, a espera para realizar o recadastramento dura em torno de quatro a dez horas.

Já imaginando a quantidade de pessoas que encontraria, a fotógrafa Priscila Seijo, 37, chegou à sede do órgão com uma cadeira de praia. “As pessoas estão fazendo isso porque está uma fila desumana. Infelizmente, demorei a vir, porque fiquei adiando e acabei enrolando. Mas não imaginava que encontraria uma fila tão grande”, afirmou. “Isso é desumano”, desabafou a pensionista Adriana Silva, 50, que reclamava da falta de prioridade para pessoas com mobilidade reduzida.

Dona Adenilde Miranda, 56, fez a reavaliação da biometria há cerca de 15 dias. O que ela não esperava era que, dias depois, precisaria enfrentar mais horas de espera para acompanhar a filha, Viviane Silva, 22. “Ela deixou para última hora, agora vale tudo, até alugar banco. É sofrido”, explicou. “Não tive tempo de vir antes”, alegou a filha. Os bancos estavam sendo oferecidos por R$ 5.

Em entrevista à Tribuna da Bahia, o presidente do TRE-BA, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondono, lamentou que os baianos tenham deixado para procurar o serviço próximo ao encerramento do prazo e convocou a população que possui pendências para comparecer aos postos de atendimento. Além disso, ele anunciou que não haverá mais abertura de novos postos. Atualmente há 26 pontos de atendimento em Salvador.

“Estamos fazendo tudo ao nosso alcance para facilitar o recadastramento. Não temos como abrir mais postos porque não temos equipamentos. Alguns shoppings chegaram a oferecer o espaço, mas não temos mais materiais que possibilitam fazer a biometria. Fomos à mídia praticamente implorando para que as pessoas não deixassem para a última hora, principalmente porque, com muita demanda de uma só vez, chega uma hora que o sistema não aguenta”, explicou.

Documentação

No momento do atendimento, o eleitor deverá apresentar documento de identidade oficial com foto e um comprovante de residência, como conta de luz, água ou correspondência bancária, desde que emitido até três meses antes da data do atendimento.

Vale lembrar que o comprovante deve estar no nome do próprio requerente, do cônjuge ou de parente até o 2º grau, juntando-se cópia de documento que demonstre o vínculo familiar. Além disso, quem tiver o título de eleitor também deverá levá-lo.

No caso de nova inscrição, os eleitores do sexo masculino maiores de 18 anos deverão apresentar, ainda, o comprovante de quitação militar. Já quem quiser atualizar o nome deve levar um documento que comprove a alteração dos dados, como a certidão de casamento, por exemplo.

Postos de atendimento

O procedimento pode ser realizado na Central de Atendimento ao Público (CAP), na sede do TRE-BA, de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. O eleitor também pode se dirigir a um dos postos de atendimento nos SACs da Barra, Cajazeiras, Comércio e Periperi, das estações de metrô Pirajá e Bonocô, bem como estação de trem, no Largo da Calçada.

Atendimentos também estão sendo realizados em prefeituiras-bairro, a exemplo de Pau da Lima, Valéria, Itapuã, Cajazeiras, Pituba, Subúrbio, Liberdade e Cidade Baixa. Bem como nas sedes da Assembleia Legislativa da Bahia, Secretaria da Fazenda do Estado, Tribunal Regional do Trabalho. Os shoppings da Bahia, Center Lapa, Paralela e o Bahia Outlet Center também realizam o recadastramento, a partir de agendamento.

Consulte débito

Antes de comparecer aos postos de atendimento, o eleitor precisa consultar a existência de débitos. Para isso, basta acessar o site (www.tre-ba.jus.br) e, por meio do menu principal, seguir o caminho: Eleitor > Dé- bitos do eleitor. Caso exista débito, a multa deverá ser paga previamente. O comprovante de pagamento deverá ser apresentado no momento do atendimento. A quitação de multas eleitorais é indispensável para a realização do recadastramento biométrico. Dúvidas e informações podem ser obtidas por meio do número (71) 3373-7000.

Fonte: TRBN

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *