Peças de teatro marcam despedida de estudantes concluintes do Ensino Médio

Os estudantes do terceiro ano do Ensino Médio do Colégio Estadual Presidente Costa Silva, localizado na Ribeira, em Salvador, se despediram da unidade escolar com arte e pertencimento cultural. Durante todo o ano letivo, eles preparam o projeto interdisciplinar intitulado ‘Bahia entre territórios e identidades: a cultura e a história de um povo’, apresentado na formatura dos concluintes. A atividade envolveu três peças teatrais. A ideia foi utilizar a arte teatral para promover uma reflexão sobre a importância da cidadania para o conhecimento histórico, geográfico e cultural das várias regiões que compõem o Estado, deixando um legado para a vida dos formandos.
O projeto pedagógico, que incentiva a leitura e a pesquisa, é desenvolvido no colégio há 17 anos e envolve toda a comunidade escolar, apresentando, a cada ano, um tema diferente. Este ano, explica o professor de História Robson Farias, idealizador e um dos coordenadores do projeto, a proposta do tema levou os estudantes a pesquisas internas e de campo, seminários, mosaico e encenação teatral, transportando para o ambiente escolar a história das diversas regiões da Bahia: Salvador, Chapada Diamantina, Recôncavo Baiano, Costa do Descobrimento, Costa do Dendê, Costa do Cacau, Oeste Baiano e Sertão. “O resultado é um trabalho grandioso, que envolve adaptação de texto e interpretação cênica, trazendo à tona diferentes culturas e costumes, promovendo conhecimento, autoestima e integração”, destaca o educador.
A estudante Dandara Goecking, 18, que acaba de concluir o 3º ano, ressalta o projeto. “Esse trabalho tem uma importância grande em se tratando de um espaço de educação pública em Salvador, cuja cultura africana é forte, mas muita gente desconhece. Assim, o projeto cumpre o papel de resgatar a nossa história e desenvolver a nossa identidade cultural. É uma atividade muito envolvente, que conta com a participação de toda a escola”.
O professor de Língua Portuguesa e também coordenador do projeto, Jaddo Maciel, acrescenta que “o projeto agrega valores, como criatividade, senso de equipe, desenvolvimento de pesquisa e protagonismo juvenil, além de envolver as famílias dos alunos, que assistem às apresentações. É muito emocionante ver o envolvimento dos estudantes do 3º ano, que acabam atraindo a atenção e a participação de todos os alunos, rompendo, inclusive, os muros do colégio, já que apresentamos o trabalho também em escolas da rede municipal”.
 
Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado

Áudio:

Fonte: SECOM GOVBA

Foto: Ascom/SEC

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *