Programa Mais Infância convoca prefeitos e primeiras-damas

O encerramento das atividades do Programa Mais Infância, iniciativa das Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), em 2017, lotou o auditório do Senai Cimatec, em Salvador, nesta terça-feira (5). Entre primeiras-damas municipais, gestores municipais e educadores, cerca de mil pessoas se uniram à primeira-dama do Estado e presidente das VSBA, Aline Peixoto, durante o 1º Seminário Estadual do Mais Infância, para discutir as ações realizadas neste ano e também as que serão implementadas em 2018, fortalecendo a rede de proteção à criança no estado.
“Sempre tive a vontade de desenvolver um projeto para as crianças, que são o futuro do país. Uma das dificuldades era a manutenção do programa. Então, nós pegamos o Palácio da Aclamação e, com o dinheiro obtido com o cerimonial, vamos reformar diversas creches na Bahia e capacitar um monte de professores”, afirmou Aline.
A presidente das VSBA ainda destacou a convocação das primeiras-damas municipais para a participação no programa. “Ontem [segunda-feira, 4], a gente chamou todas as primeiras-damas da Bahia. Eu mostrei a parte social, a parte do coração, e hoje elas conheceram a parte técnica do Mais Infância. As Voluntárias Sociais não conseguem fazer nada sozinhas. Por isso, nós precisamos da ajuda delas”.
Prefeita de Ipiaú, Maria Mendonça comentou sobre as ações da iniciativa no interior do estado. “Esse trabalho é muito importante. Essa parceria chega ao nosso município, onde muitos precisam, mas que fica distante da capital”.
Segundo o coordenador do Mais Infância, Manoel Calazans, durante o ano, a capacitação dos educadores de creches da primeira infância envolveu nove encontros. “Hoje é o encerramento da etapa 2017. Nós envolvemos 208 creches de Salvador, mais de 450 professores participaram da formação. Esse é um grande evento para sensibilizar a sociedade baiana sobre a importância de se cuidar da infância de zero a 5 anos”.
Calazans acrescentou que “a gente quer criar essa rede de sociedade e chamar a atenção dos prefeitos, prefeitas e primeiras-damas para a importância desse cuidado com a infância”.
Palestras
Ao longo de todo o dia, no Senai Cimatec, palestrantes abordam o tema da infância em diversas vertentes. Entre os convidados estão as professoras Maria Thereza Marcílio, representante da Rede Nacional Primeira Infância, e Tânia Zagury, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e membro da Academia de Letras Carioca, além de autora de diversos livros sobre educação e comportamento de pais e educadores.
Para o representante da Coordenadoria da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça da Bahia, Marcel Mariano, a iniciativa é um ponto de partida para novas ações. “Vamos colocar toda a estrutura da Comissão da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça à disposição das Voluntárias Sociais. Dessa parceria podem surgir ações para ajudar as famílias carentes que estão fora do mercado de trabalho, auxiliar o menor infrator que se envolveu com as drogas ou com os crimes, e também auxiliar as crianças na alfabetização, na saúde, na escolarização e na segurança”.
De acordo com a promotora de Justiça Cíntia Guanaes, a parceria para a prevenção é essencial. “A gente previne para que não se chegue à precarização dos direitos e garantias das crianças. Esse trabalho junto com as Voluntárias Sociais é fundamental pela capilaridade. Ele faz com que as ações cheguem mais às pessoas e a gente evita que depois, já com prejuízo da infância, seja necessária uma judicialização”.
Repórter: Raul Rodrigues

Áudio:

Foto: Alberto Coutinho/GOVBA

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *