Idosos procuram agências para se informar sobre o PIS/Pasep

Brasileiros que não receberam os valores do PIS/Pasep automaticamente em suas contas têm procurado as agências bancárias para atualizar as informações cadastrais e conseguir a liberação do dinheiro. Em outubro, o governo anunciou que pagaria o saldo desses fundos, antecipadamente, para idosos.

Maria Alves de Oliveira, afirmou que esse dinheiro vem em boa hora. “Às vezes as pessoas têm dívidas ou precisam fazer uma reforma. Esse dinheiro ajuda”, afirmou. “Dá para comprar um presente para o netinho. É um dinheiro bem-vindo”, disse. Maria procurou a agência da Caixa para atualizar suas informações cadastrais e para ver quanto tinha de saldo a receber.

Situação semelhante é a de Antônio Alberto de Melo. “Vim ver se tem dinheiro”, explicou, pouco antes de ser atendido em uma agência da Caixa Econômica. Segundo ele, esses valores serão usados para incrementar a festa de Natal da família.

Milton Ribeiro de Moraes explicou que ainda não tem planos para o dinheiro, mas garantiu que será bem usado. “Uma coisa posso garantir, vai ser bem aproveitado”, afirmou. “O que é bom para mim ,é bom para a minha família. Na minha idade, o dinheiro que se gasta é para a família”, explicou.

Regras para sacar o PIS/Pasep

Os três idosos se enquadram nas regras para receber antecipadamente os recursos do PIS/Pasep. Em outubro, o governo decidiu antecipar o pagamento do PIS/Pasep. Isso quer dizer que mais gente terá acesso ao benefício neste ano. O calendário de pagamentos das cotas por motivo de idade e aposentadoria foi divulgado em 28 de setembro.

De acordo com a Medida Provisória 797/2017, mulheres a partir de 62 anos e homens a partir de 65 anos que ainda tenham saldo de cotas terão direito a realizar os saques. A medida beneficia 5,1 milhões de trabalhadores.

O pagamento das cotas do PIS/Pasep começou em 19 de outubro. Tem direito às cotas o trabalhador cadastrado no Fundo PIS/PASEP, entre 1971 e 4/10/1988, que ainda não sacou o saldo total de cotas na conta individual de participação.

Fonte: Governo do Brasil, com informações da Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil

Foto: EBC/Divulgação

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *