20ª Expo Alagoinhas mostra inovação na criação de gado com exposição da raça Senepol

Apontado por especialistas como “boi do futuro”, os animais da raça Senepol que participaram da 20ª Expo Alagoinhas chamaram a atenção de criadores e visitantes. Os pelos cor de bronze, a cara franzida e a disposição mansa atraíam a curiosidade de quem passava pela área de descanso dos animais. A atenção era de se esperar, já que há apenas um criador de Senepol em toda a macrorregião de Alagoinhas.

Trazidos pelo criador Alfredo Libório, ao todo sete machos e quatro fêmeas participaram da Expo Alagoinhas. Pioneiro na criação de Senepol na região, o fazendeiro de Ouriçangas explica que decidiu vir a Alagoinhas para divulgar as vantagens da raça. “O Senepol é um animal para corte, com um aproveitamento de carcaça superior às outras raças. Com 22 meses, um macho Senepol chega a produzir 18 arrobas de carne, com um aproveitamento de carcaça de 64%. Logo, é um animal que tem um retorno altíssimo de investimento”, avalia.

Essa não é a opinião apenas de Antônio Libório. O cantor Michel Teló e a dupla Victor e Léo também investem em gado Senepol. “Isso mostra ainda mais o caráter sertanejo da raça”, brinca Libório.

Desenvolvido especialmente para os climas tropicais, através do cruzamento das raças N’Damma, do Senegal, e a Red Poll, europeia, o Senepol ainda é relativamente novo no país, tendo chegado ao Brasil no início dos anos 2000. Para iniciar seu rebanho, Libório teve que ir ao triângulo mineiro, região onde há a maior quantidade de cabeças da raça atualmente.

Além do alto rendimento de carcaça e docilidade, outras características da raça incluem a precocidade – com 16 meses uma fêmea já está pronta para engravidar – e o rápido ganho de peso. Mesmo com tantas vantagens, Libório admite que a raça ainda enfrenta resistência por parte dos criadores. “No Brasil tem esse mito de que a carne boa é aquela que vem do boi branco, o que é uma grande inverdade. Carne tem uma cor só: vermelha”, declarou.

Fonte: SECOM PMA

Fotos: Victor Lahiri/SECOM

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *