Seminário de formação em cultura reúne representantes da gestão e educação

Ampliar o pensamento sobre o campo da formação cultural foi o objetivo da primeira parte do Seminário de Formação e Qualificação em Cultura, que teve início na manhã desta terça-feira (31), no auditório do Museu de Arte da Bahia, no Corredor da Vitória, em Salvador. Com a presença da secretária de Cultura, Arany Santana, representantes de universidades estaduais e dirigentes da Secretaria de Cultura do Estado (Secult), o encontro atraiu gestores e agentes culturais de todo o estado. A primeira mesa de debates reuniu a pesquisadora Lia Calabre e a coordenadora de Articulação do Curso para Elaboração de Planos Municipais de Cultura, Ângela Andrade.
Segundo Arany Santana, o seminário tem como propósito debater sobre o desenvolvimento da cultura a partir do estímulo e da ampliação de programas, cursos e processos rotativos voltados para a formação de agentes culturais. “Formar e qualificar gestores para atuarem nas diversas instâncias é uma das questões fundamentais no sistema de cultura. Nós buscamos aqui cumprir o nosso dever de fomentar este debate, mobilizando representantes e organizações sociais que atuam no campo, além das universidades, que vem contribuindo bastante no fortalecimento da relação entre educação e cultura”, declara.
O encontro é promovido através da Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultural (Sudecult). Estiveram presentes na abertura o superintendente da Sudecult, Sandro Magalhães; a diretora da Fundação Cultural do Estado, Renata Dias; o diretor da Fundação Pedro Calmon, Zulu Araújo; o superintendente de promoção cultural, Alexandre Simões; o diretor do Museu de Arte da Bahia, Pedro Archanjo; o presidente do Conselho de Cultura da Bahia, Emílio Tapioca; e o vice-reitor da Universidade Federal da Bahia, Paulo Miguez.
Na quarta-feira (1º), o seminário retorna, novamente às 9h, para discutir as experiências das universidades na formação de agentes culturais, com representantes de instituições de ensino superior da capital e do interior do estado. A tarde será reservada para o momento de debates, propostas e encaminhamentos. Mais informações estão disponíveis no site da Secult.
Fonte: Ascom/Secult
Foto: Lucas Rosário/Ascom SECULT

Related Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *