Antonio Pena deve sair do coma induzido, mas quadro ainda é grave

O desportista Antonio Pena, 86 anos,  deve sair amanhã, 26, do coma induzido, para passar por procedimentos médicos que vão detalhar o seu real estado de saúde. O quadro ainda é grave e inspira cuidados. O ex presidente da Catuense e ex prefeito de Catu sofreu um grave acidente quando o carro em que dirigia colidiu com uma carreta na BR 110, próximo à cidade de São Sebastião do Passé. As informações são de Jenser Souza, um dos filhos de Antonio Pena, que desde o último dia 22, sexta-feira, acompanha os trabalhos médicos no Hospital São Rafael, em Salvador. “Ele é muito forte, pois, aos 86 anos sofrer um acidente desse e resistir é coisa pra poucos”, disse o vereador Jenser Souza.

Ele estava dirigindo e levava duas pessoas em sua caminhonete, e se dirigia até a BR 324, local onde o ônibus da Catuense havia quebrado. Ele foi prestar socorro aos atletas e ao motorista.

Familiares, amigos e desportistas procuram informações do quadro de saúde do desportista, uma das figuras mais conhecidas do esporte baiano, por ter colocado um time de Alagoinhas na primeira divisão do campeonato brasileiro de futebol. Também é conhecido por ser um empresário e ter atuado na política em Catu como prefeito por dois mandatos.

Segundo Jenser Souza, amanhã pela manhã o desportista Pena deixa o coma induzido para ser submetido a um exame de ressonância magnética para detectar o seu quadro geral. Depois disso ele deve deixar o coma e passar por novas avaliações, disse Jenser.

O diretor da Catuense FM, Claudio Pena, também está acompanhando o trabalho dos médicos. Ele está otimista quanto às melhoras no quadro de saúde do seu tio Antônio Pena, com quem tem uma ligação parentesca e profissional muito grande.

Antonio Pena ao lado de Juscelio Carmo no Carneirão num jogo do Atlético de Alagoinhas

Foto: Vanderley Soares

Atlético, Santíssimo 011

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *