Vereador Raimundo Mutuka foi sepultado ontem no Cemitério da Calu

IMG_1724

 

Centenas de pessoas acompanharam o cortejo fúnebre do vereador Raimundo Mutuka, sepultado ontem (21), no Cemitério Jardim Paraíso da Saudade, em Alagoinhas. Ele faleceu na tarde de sexta-feira, às 14h, apos sofrer um AVC – Acidente Vascular Cerebral.

Ele passou mal em casa, chegou a ser conduzido ao hospital, mas não resistiu.

Antônio Raimundo Anunciação, o Mutuka, tinha 61 anos, era casado com Graziela Pinheiro dos Santos, com quem convivia há 13 anos, deixa 12 filhos, nove dos quais do primeiro casamento com Maria Amélia dos Santos e 10 netos.

A Câmara Municipal de Alagoinhas, consternada com a morte de seu vereador, decreta luto por três dias. O presidente da Câmara Municipal, vereador Roberto Torres, falou de sua tristeza em perder um amigo, um colega, um parceiro que dividia a Mesa Diretora ao longo dos últimos três anos.

“Ele nem chegou a inaugurar a sua obra, fruto de uma indicação sua, e que ele acompanhava diariamente o andamento dela, a ponte do Buri, que vamos inaugurar e colocar seu nome”, disse o prefeito Paulo Cezar.

O vereador Lenaldo Simões falou de sua convivência harmoniosa com o colega Raimundo Mutuka, por quem tinha uma admiração muito grande, pois, assim como ele, era uma pessoa humilde, dedicada às causas populares, não se privava em atender aos mais necessitados e gostava das pessoas com quem lidava diariamente.

O vereador Antônio Carlos Cabeça também lamentou muito a perda do colega. “Foi uma coisa que me chocou muito, pois era uma pessoa alegre, amiga e dedicada às causas mais simples”, disse o vereador Cabeça.

 

Vanderley Soares

Assessor de Comunicação Social

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *